Hora Certa

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Casamento real - O conto de fadas de William e Kate

  O Beijo na varanda foi o momento mais carinhoso entre o mais novo casal da Realeza Britânica. Foi quase como estar em dois casamentos ao mesmo tempo ao acompanhar o matrimônio do príncipe William com a namorada de longa data Kate Middleton. 

 Milhões viram por tudo o mundo o novo casal da realeza, que,entre muitos nervos, lá conseguiu dar um ar mais moderno ao enlace. Quando entramos na abadia de Westminster - um local aconchegante e aquecido que fazia a multidão que se formou nas imediações parecer estar a um milhão de quilômetros de distância - vimos um cenário surpreendente. A maioria de nós esperava ver fileiras e mais fileiras de convidados vestidos em roupas formais, sentados calados em seus locais, esperando pacientemente o início da cerimônia. 

Em vez disso, a atmosfera era como de uma festa no jardim. Grupos de convidados conversavam nos corredores, cercados por árvores gigantescas retiradas dos jardins reais que fizeram a área central da abadia parecer muito mais como um boulevard francês do que como uma igreja. A luz vinha das filas de candelabros e das gigantes janelas de vidro. A temperatura estava surpreendentemente quente.

Eu esperava encontrar o prédio que recebeu as coroações reais por quase mil anos gelado, com correntes de ar - até úmido. Na verdade, o ar parecia aconchegante. Nós andamos acompanhando o tapete vermelho no caminho que Kate e William iriam fazer como marido e mulher. Todos conversavam amigavelmente. Os amigos e familiares do casal, se mesclaram com uma grande quantidade de convidados que incluíam a realeza de várias partes do mundo, celebridades globais como Elton John e David Beckham, e donos de lojas da cidade natal da família de Kate. Eu conheci a parceira de um dos tios de kate na fila para o banheiro. "A palavra surreal não serve nem para começar a descrever", disse Leah Lowinger. Nós estávamos estranhamente enclausurados na abadia. 

Apenas durante as pausas na música é que podíamos ouvir o som das multidões ou dos sinos da igreja, e ambos pareciam distantes. Não havia bandeiras da Inglaterra, multidões acenando, apenas um mar de chapéus coloridos. Só uma tela na abadia - a mais próxima da área onde os jornalistas estavam sentados, no canto dos Poetas - estava mostrando o que acontecia do lado de fora. 

Os Embaixadores e chefes de Estado estrangeiros sentados próximos a nós esticaram os pescoços para tentar enxergar o que acontecia. Como a maior parte das pessoas, nós - e eles - mal podiam ver o que estava acontecendo na abadia até que a cerimônia começou a ser transmitida nas outras telas. Até isso acontecer, estas telas mostravam apenas uma imagem congelada de flores. Assim que o príncipe William chegou, o ambiente mudou completamente.

A atmosfera informal deu lugar a uma seriedade intensa - foi como se quase todos estivessem segurando a respiração. A abadia ficou parada e silenciosa. O doce e fresco cheiro dos lírios do vale, plantados em canteiros espalhados pela abadia, dominaram o ar. De repente, todos estavam muito mais contidos. Até os cantos pareceram cautelosos  ainda que eu tenha dado meu melhor nas canções religiosas.

Não houve conversa ou momentos descontraídos. Pareceu algo realmente grande, mas também um pouco sombrio - talvez porque estivesse tão difícil de ver ou ouvir o casal, ou talvez pela formalidade da ocasião.Ainda que eu tenha ido a vários casamentos em igrejas, este foi sem dúvida o mais religioso e formal que participei, e isto deu um ar estranhamente impessoal. Ou talvez essa impressão decorra do fato de eu não conhecer os noivos e por estar na mesma situação de outras centenas de convidados.

Sem a chance ver o casal ou falar diretamente, e sem o final da cerimônia com beijo e romance, o que eu vou me lembrar mais será do cheiro das flores - e o fabuloso som das fanfarras no início do casamento.Como um convidado disse na saída da abadia: "Como um país, nós certamente sabemos como fazer cerimônias". 

FONTE: JORNAL O GLOBO. OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO.

Brasil - Censo revela os extremos do Brasil

São Paulo tem as cidades mais e menos populosas. Na Bahia estão a que mais cresceu e a que mais encolheu. 

Os primeiros resultados definitivos do Censo 2010 divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram os grandes extremos do Brasil, um país de 8.502.729 km2 e 190.755.799 habitantes.A cidade de São Paulo segue como a mais populosa do Brasil, com 11.253.503 habitantes. Em 2000, no último Censo, a capital paulista contava com 10.434.252 moradores. No mesmo Estado também está o menor município do País. A pequena Borá ganhou 10 habitantes desde o último levantamento e tem atualmente uma população de 805 pessoas. 

Em São Paulo também estão os extremos em relação à concentração de sexo na população. Enquanto em Santos, no litoral sul, 54,24% da população é do sexo feminino, com 191.912 homens e 227.488 mulheres, a pequena cidade de Balbinos tem um número muito maior de homens. Dos 3.702 habitantes, 3.002 são do sexo masculino e 700 são mulheres. 

A explicação para essa discrepância está no fato da cidade contar com duas penitenciárias que somam mais de 2 mil detentos.Outro Estado que abriga extremos do Brasil é a Bahia. Nele estão os municípios que apresentaram o maior salto populacional e o que mais perdeu habitantes. Luís Eduardo Magalhães conta com a taxa anual de crescimento da 12,44%. Antigo Mimoso do Oeste, na época distrito Barreiras, o município passou de aproximadamente 18 mil habitantes, em 2000, para mais de 60 mil em 2010. Já o município de Maetinga diminui 6,43% ao ano desde 2000, passando de 13.686 para 7.038 habitantes.

O processo de urbanização no País faz com que 68 cidades do País tenham 100% da sua população morando na zona urbana, não apresentando nenhuma área rural. Mesmo assim, ainda há muitos municípios com a zona rural mais forte que a cidade. É o caso de Careiro da Várzea, no Amazonas, que tem apenas 4,18% da população em área urbana.

No Amazonas também está a cidade com a menor densidade demográfica do Brasil. Em Japurá, a média de habitantes por quilômetro quadrado é de apenas 0,13. Os 7.326 habitantes moram em 55.791,9 quilômetros quadrados. Já em São João de Meriti, no Rio de Janeiro, os 458.673 habitantes dividem os 35,2 quilômetros quadrados da área da cidade, que resulta na maior densidade demográfica do Brasil, com 13.024,56 habitantes por quilômetro quadrado .Por fim, nos Pará e em Minas Gerais estão a maior e menor cidades do Brasil em extensão. A cidade paraense de Altamira tem 159.533,4 quilômetros quadrados de área, enquanto a pequena Santa Cruz de Minas possui uma área de apenas 3,6 quilômetros quadrados, onde moram mais de 7 mil pessoas.

FONTE: HOME IG ÚLTIMO SEGUNDO. OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO.


quinta-feira, 28 de abril de 2011

Inspiração - Beijo na Alma

Você sabe o que é um beijo na alma? Não? Eu vou lhe explicar: Um beijo na alma não é como um beijo no rosto, na boca ou em qualquer outra parte do corpo. O beijo na alma é aquele que entra na mente através de palavras impulsionadas pelo sentimento AMOR. Chega até o coração onde fica gravado com ponta de diamante. É um beijo simples e singelo que às vezes passa desapercebido, mas quando encontra um coração quebrantado, ele se torna como um manancial no deserto. É um beijo puro, genuíno, sem malícia, agradável, afável, amoroso, aconchegante, que nos traz paz.! É como se o dedo de Deus estivesse tocando o teu coração...


O SIGNIFICADO DISSO E AMOR

quarta-feira, 27 de abril de 2011

País - Negras e com baixa escolaridade são maioria das trabalhadoras domésticas

Mulheres negras e com baixa escolaridade formam a maioria das trabalhadoras domésticas brasileiras. Em entrevista por ocasião do Dia Nacional das Trabalhadoras Domésticas, a presidente da federação da categoria, Creuza Maria de Oliveira, disse que no Brasil a atividade deriva do trabalho escravo e por isso grande parte da categoria é negra. “O trabalho doméstico no Brasil é executado por mulheres negras, que não tiveram a oportunidade de ir para uma faculdade, e o trabalho que é valorizado é o acadêmico”, afirmou.
 
A assistente de programas da Organização das Nações Unidas para as mulheres, a ONU Mulheres, Danielle Valverde, afirmou que a maioria das trabalhadoras domésticas não chega a concluir o ensino básico. “É um trabalho que tem grande componente de gênero, porque é exercido por mulheres, e também étnicorracial. No caso do Brasil, é feito por mulheres negras. Na América Latina, é um emprego exercido em grande parte por mulheres indígenas”, afirmou.

Ela disse ainda que grande parte das empregadas domésticas tem direitos legalmente reconhecidos, como a Carteira de Trabalho assinada e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mas que na prática eles ainda não são considerados.
“Embora seja definido pela legislação que devem ter a carteira assinada, ainda estão na informalidade. Isso significa falta de acesso a uma série de direitos como o  Instituto Nacional do Seguro Social [INSS], a licença-maternidade e o seguro-desemprego por falta da assinatura [da carteira]”.

Daniella afirmou também que o Artigo 7º da Constituição Federal garante esses direitos, mas não obriga os patrões a concedê-los. ”A Constituição Federal, no Artigo 7º, ainda não garante a igualdade de direitos em relação a outras categorias. Por exemplo, o  FGTS ainda é facultativo para as empregadas domésticas. Os  empregadores ainda não são obrigados a pagar o fundo de garantia.”
Creuza, por sua vez, disse que há 36 anos as trabalhadoras domésticas garantiram esses direitos, mas é necessário que os patrões mudem de mentalidade e os reconheçam. “Estamos na luta para que haja mudança de mentalidade dos empregadores, que é o reconhecimentos das leis. No Brasil há 8 milhões de trabalhadoras domésticas, mas 80% não têm carteira assinada nem contribuição para a Previdência”, informou.

Para a presidente da federação que representa a categoria, ainda falta às trabalhadoras domésticas garantir o direito à hora extra, ao salário família, seguro-desemprego e auxílio por acidente de trabalho. “Estamos lutando ainda por equiparação de direitos aos de outros trabalhadores”, acrescentou.

FONTE: JORNAL DO BRASIL. OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO
 

terça-feira, 26 de abril de 2011

Absurdo!! - Gasolina no Nordeste a quase 3 reais o Litro

PERDEU, PERDEU


MEU IRMÃO

Desrespeito - Sindicato pede providência sobre caso Requião

Protocolada reclamação contra o Sen. Roberto Requião.
O Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal (DF) pediu providências ao Senado contra o ato do senador Roberto Requião (PMDB-PR) de arrancar o gravador das mãos do repórter da Rádio Bandeirantes porque não gostou da pergunta sobre a aposentadoria de R$ 24 mil que recebe como ex-governador.
O presidente do sindicato, Lincon Macário, protocolou uma representação na secretaria-geral da Casa, pedindo a adoção de medidas previstas no Regimento, pela quebra de decoro parlamentar. São elas: advertência ou censura, oral ou escrita, suspensão e perda do mandato.
Macário diz acreditar que a representação será encaminhada ao Conselho de Ética, apesar do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ter a prerrogativa de advertir ou censurar o parlamentar. O jornalista disse temer que a demora na adoção de medidas - já que o conselho de ética está desativado e só hoje é que serão oficializados seus novos integrantes - "esfrie" a repercussão do caso, mesmo ficando evidente o descaso total do parlamentar para com a liberdade de imprensa.
"Acreditamos que o senador ainda não se deu conta da dimensão de seu ato, é um péssimo exemplo que ele passa para a sociedade e para as milhares de pessoas que o têm como referência e que votaram nele", afirmou. Para Macário, a melhor solução seria um pedido de desculpas de Requião, não só ao jornalista, mas ao conjunto da categoria e ao conjunto da sociedade, "pois é a sociedade que vai estar prejudicada a partir do momento que as autoridades se acharem no direito de cassar os gravadores".
Ele lembra que qualquer pessoa tem o direito de permanecer calado. "Agora, depois de dar uma entrevista, arrancar o gravador de um jornalista é uma demonstração clara de censura que, esperamos, permaneça naquele período sombrio que esperávamos ter ultrapassado".

O que é superávit primário?

O superávit primário é a economia feita para o pagamento de juros da dívida de um governo. Como no orçamento doméstico, as contas públicas têm receitas e despesas. Quando a diferença entre esses dois itens é positiva – com sobra de caixa para o governo – os recursos são usados para o pagamento de juros e quitação de parte das dívidas. Essa tentativa de reduzir o endividamento é feita com base no superávit primário. 
Impostos, tributos e lucros de estatais, por exemplo, compõem as receitas nas contas públicas. No outro lado, estão o pagamento de salários, manutenção de prédios públicos e investimentos em infra-estrutura. Essa conta nem sempre é positiva. A história do Brasil tem décadas de governantes que gastavam mais que poderia ser arrecadado. Isso gerou seguidos déficits primários – o contrário do superávit primário –, cujo prejuízo nas contas teve de ser coberto com o endividamento do Estado.
Para conseguir pagar salários e fornecedores, o Brasil sempre pediu mais dinheiro emprestado. Tal dívida, como em qualquer empréstimo, tem juros. Para pagar esses juros e ainda tentar reduzir a dívida como um todo, o governo realiza o superávit primário. Apesar disso, a dívida do Brasil tem crescido em termos nominais porque – novamente, como nos bancos – há a incidência de juros sobre juros. Em 2006, essa dívida superou R$ 1.000.000.000.000,00 – um trilhão de reais.

Economia - Superávit primário de janeiro a março supera meta para o primeiro quadrimestre

A economia de recursos para pagar os juros da dívida pública de janeiro a março superou a meta prevista para os quatro primeiros meses do ano. Segundo números divulgados pelo Tesouro Nacional, o superávit primário do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) somou R$ 25,874 bilhões nos três primeiros meses do ano, quase R$ 3 bilhões a mais que a meta de R$ 22,9 bilhões para o primeiro quadrimestre.
O superávit primário é R$ 17,7 bilhões maior que no mesmo período do ano passado. De janeiro a março de 2010, o esforço fiscal havia somado R$ 8,1 bilhões.
Em março, o superávit foi de R$ 9,134 bilhões. Foi o melhor resultado para o mês desde 2008, quando a economia havia sido de R$ 10,606 bilhões. Em março do ano passado, o Governo Central tinha registrado déficit de R$ 4,553 bilhões.
Os números haviam sido antecipados mais cedo pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, que participa de reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social no Palácio do Planalto. “Estamos cumprindo com folga o resultado de superávit primário, com estes R$ 25 bilhões”, disse o ministro. Os dados completos, no entanto, só foram divulgados há pouco pelo Tesouro Nacional.
O esforço fiscal maior é resultado do crescimento de 17,7% da receita líquida e da desaceleração das despesas, que subiram 7,1% no acumulado de 2011 em relação ao primeiro trimestre de 2010. Em fevereiro, o crescimento era de 15,2%. No acumulado do ano, os gastos com pessoal subiram 3,6% e os gastos de custeio (manutenção da máquina pública) aumentaram 15,2%.
A maior desaceleração ocorreu nos investimento, que totalizaram R$ 10,4 bilhões no primeiro trimestre e cresceram 9,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Até fevereiro, o crescimento acumulado era de 25%.
Os gastos com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) somaram R$ 5,462 bilhões de janeiro a março, crescimento de 35% em relação ao mesmo período do ano passado. As despesas com o PAC podem ser abatidas da meta de superávit primário, mas o governo afirmou que não pretende usar o mecanismo neste ano, como ocorreu em 2009 e 2010.

FONTE: JORNAL DO BRASIL OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Tecnologia - Banda Larga no Brasil tem aumento de 51,5%

O setor de telecomunicações passou a se expandir com elasticidade após a privatização da antiga Telesp, segundo afirmações do ex-governador de São Paulo, José Serra. O segmento, aliás, cresce ano a ano, tanto que na cidade de São Paulo, por exemplo, medidas de expansão de números para a telefonia  móvel tiveram de ser emplacadas – tais como adição do dígito 5, antes utilizado apenas pela modalidade fixa.
Compreendo o setor, informações da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil)  apontam aumento de 51,5% no número de acessos em banda larga móvel e fixa das prestadoras de telecomunicações no primeiro trimestre de 2011 em comparação ao período igual de um ano antes, para 38,5 milhões.
Os números favorecem alguns pontos estatísticos ao Brasil. Segundo a Telebrasil, consultorias internacionais indicam o país como o oitavo mais bem posicionado no mundo no ramo de banda larga móvel e a nova colocação entre as nações com os maiores acessos fixos.
Destacada a banda larga fixa, os acessos ao final do primeiro trimestre chegaram a 14 milhões, dados que representam aumento de 20,5% em comparação ao período análogo de 2010. Em relação às conexões móveis, 24,4 milhões, avanço de 77,7% em detrimento aos 13,7 milhões registrados no mesmo intervalo do ano passado.
Mantendo-se essa tendência o Brasil precisará, em poucos anos, adotar medidas que permitam a expansão do número de acessos fixos e móveis. Este setor, em especial, é um ótimo campo para quem deseja conquistar uma oportunidade de emprego e crescer profissionalmente, aos poucos.



FRASE DO DIA

"Sobre tudo o que se deve guardar, o coração, porque dele procedem as fontes da vida". 

                                                                            Provérbios, 4: 23

Segurança - Paraná vai abrigar gabinete integrado para aumentar fiscalização na fronteira

O Paraná vai abrigar um gabinete de gestão integrada para aumentar a fiscalização na fronteira e combater o ingresso de armas no Brasil. O gabinete vai funcionar em parceria com o governo federal, segundo anunciou, esta semana, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Foz do Iguaçu e Guaíra, principais municípios fronteiriços, situados no Oeste do Estado, deverão receber atenção especial. 

O anúncio do gabinete integrado acontece quando o Brasil retoma o debate sobre a Campanha do Desarmamento, programada par o mês de maio, após o trágico episódio ocorrido na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio de Janeiro, quando 12 crianças foram mortas por um ex-aluno, no último dia 7.

Segundo o ministro José Cardozo, o gabinete de gestão no Paraná vai integrar forças como as polícias Rodoviária Federal e Federal, as Forças Armadas e a polícia estadual, além da Receita Federal, “dando "sinergia" ao combate ao crime.

A Campanha do Desarmamento, destacou o ministro, surge como uma das estratégias para enfrentar a violência e o crime organizado, no Brasil. A iniciativa, diz ele, funcionará como uma “política global” para impedir ilegalidades nas fronteiras está sendo estruturada em parceria com os estados brasileiros e as nações vizinhas.

terça-feira, 19 de abril de 2011

FRASE DO DIA

"Os fracos nunca perdoam. O perdão é uma virtude dos fortes".

Mundo - Incêndio afeta basílica da Sagrada Família

Fumaça é vista saindo da basílica em Barcelona.
Um incêndio danificou nesta terça-feira a sacristia da basílica da Sagrada Família, uma das principais atrações turísticas da cidade de Barcelona, na Espanha. Quatro trabalhadores receberam tratamento para leve intoxicação causada pela fumaça, mas o fogo não deixou feridos. Segundo o presidente da fundação da Sagrada Família, Joan Rigol, o incêndio começou por volta das 10h45 no horário local (5h45 de Brasília), quando um homem "perturbado" ateou fogo em vestimentas que estavam na sacristia, local onde os padres se preparam para as missas. O incêndio provocou grande quantidade de fumaça e a retirada de cerca de 1,5 mil pessoas que estavam na basílica. De acordo com o jornal espanhol "El País", o fogo foi completamente controlado após 45 minutos. Rigol afirmou que o homem, que teria 55 anos, foi preso e é considerado suspeito. Ele tinha isqueiros nos bolsos e dizia "frases desconexas", segundo o presidente da fundação.
Os bombeiros afirmaram que o fogo causou grande destruição na sacristia e que a fumaça cobriu de cinzas outras áreas da basílica, que é uma obra inacabada do arquiteto catalão Antonio Gaudí. Os vitrais de Gaudí não foram afetados. A basílica da Sagrada Família recebe cerca de 12 mil visitantes todos os dias. 

FONTE: HOME IG. OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO.

Economia - Desemprego avança em março para 6,5%, segundo IBGE.

A taxa de desemprego no País em março teve ligeira alta para 6,5% em relação a fevereiro quando o indicador ficou em 6,4% e recuou 1,1 ponto percentual em relação a fevereiro de 2010 quando a desocupação estava em 7,6%.
Apesar da alta, essa foi a menor taxa para os meses de março, desde 2002, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa foi a terceira alta no desemprego em dez meses, após sucessivos recordes de queda verificados em 2010. A taxa para março também é a maior desde agosto de 2010, quando o índice havia registrado taxa de 6,7%. O levantamento do IBGE foi realizado nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador e Recife.
Segundo o IBGE, a população desocupada, de 1,5 milhão de pessoas, não apresentou variação em relação ao mês anterior. Frente a março do ano passado, houve queda de 14%, com menos 250 mil pessoas à procura de trabalho. A população ocupada de 22,3 milhões apresentou estabilidade em comparação com fevereiro. Na comparação com março de 2010, ocorreu elevação de 2,4% nessa estimativa, representando um adicional de 531 mil ocupados.
O número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado, cerca de 10,7 milhões, permaneceu estável na análise mensal em março. Na comparação anual, houve uma elevação de 7,4%, representando um adicional de 739 mil postos de trabalho com carteira assinada.
Os dados do IBGE, mostram que o rendimento médio real das pessoas com trabalho formal de R$ 1.557,00 apresentou alta de 0,5% na comparação mensal e avanço de 3,8% frente a março do ano passado. A massa de rendimento médio real de R$ 35,1 bilhões ficou 0,8% acima da registrada em fevereiro e cresceu 6,7% em relação a março do ano passado. A massa de rendimento médio real efetivo dos ocupados  de cerca de R$ 34,8 bilhões estimada em fevereiro de 2011 subiu 0,6% no mês e cresceu 6,9% no ano.

Desempenho regional

Na comparação mensal, a taxa de desocupação nas diversas regiões do Brasil apresentou variação significativa apenas em Belo Horizonte, onde passou de 6,3% para 5,3%. Frente a março de 2010, foram registradas quedas em Belo Horizonte, de 1 ponto percentual, Rio de Janeiro, com 1,5 ponto percentual, São Paulo, com retração de 1,3 ponto percentual, e Porto Alegre com recuo de 0,9 ponto percentual
Na análise mensal, o contingente de desocupados apresentou variação significativa apenas na região metropolitana de Belo Horizonte (-15,8%). Frente a março do ano passado, houve queda em três regiões: Rio de Janeiro (22%), Belo Horizonte (14,7%) e São Paulo (13,8%).
O nível da ocupação, que é a proporção de pessoas ocupadas em relação às pessoas em idade ativa, estimado em 53,3% no total das seis regiões, não variou em relação a fevereiro, mas registrou elevação de 0,6 ponto percentual na comparação com março de 2010.
Regionalmente, na comparação mensal, todas as regiões tiveram estabilidade no indicador. Frente a março de 2010, ocorreu alta em Porto Alegre (1,9 ponto percentual) e em São Paulo (1ponto percentual). As demais regiões não registraram variação significativa.

Nível de ocupação e renda

A análise da ocupação, segundo o tipo de atividade, mostrou que, de fevereiro para março, todos os segmentos mantiveram-se estáveis, exceto os de serviços domésticos, que registraram elevação de 4,1%. Na comparação anual, houve acréscimo no contingente de trabalhadores de serviços prestados à empresas, aluguéis, atividades imobiliárias e intermediação financeira, de 4,1%. No segmento de outros serviços (alojamento, alimentação, transporte, armazenagem e comunicações, limpeza urbana, atividades associativas, culturais e desportivas e serviços pessoais), a alta foi de 3,9%.
O rendimento médio real habitual dos trabalhadores de R$ 1.557,00 no conjunto das seis regiões, o valor mais alto para o mês de março desde 2002, aumentou 3,4% em relação ao mês anterior em Recife, 2,5% em Belo Horizonte e 1,1% em São Paulo. Houve estabilidade em Salvador e quedas de 0,8% no Rio de Janeiro e 1,9% em Porto Alegre. Na comparação com março de 2010, houve crescimento em Recife, 7,7%, Salvador, 2,7%, Belo Horizonte, 4,1%, Rio de Janeiro, 9,2% e em Porto Alegre, 5,7%. Em São Paulo ocorreu estabilidade.
Na classificação por grupamentos de atividade, o maior aumento no rendimento médio real habitualmente recebido em relação a março de 2010 foi registrado no segmento de indústria extrativa, de transformação e distribuição de eletricidade, gás e água (9,3%). Já na classificação por categorias de posição na ocupação, o maior aumento no rendimento médio real habitualmente recebido em comparação com março do último ano foi para militares e funcionários públicos (7,9%).

FONTE: HOME IG. OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

FRASE DO DIA

As pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo.

                                                                                          

Brasil - Mulheres bebem mais e não param de fumar

Pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde mostra que as mulheres brasileiras estão mais próximas de dois fatores de risco que aproximam câncer, diabetes, hipertensão do universo feminino: o consumo de álcool exagerado e o tabagismo.
Os dados apresentados nesta segunda-feira (18/4), indicam que hoje 10% da população feminina bebe mais de quatro doses alcoólicas quando decide sair para beber, comportamento chamado na literatura especializada de “bebedora pesada”. Em 2006, primeiro ano em que o estudo federal foi realizado, este índice feminino era de 8%.
Entre os homens, este comportamento de beber pesado é mais prevalente, chega a 26%, mas ficou praticamente estável nos anos analisados, sendo que em 2006 eles ponturam 25,8%.
O estudo, chamado de Vigitel, entrevistou, por telefone, 54 mil pessoas maiores de 18 anos, moradoras de todas as capitais do Brasil e também do Distrito Federal.

Tabagismo

Além de não terem aumentado os índices de consumo exagerado de álcool nos últimos anos, a pesquisa indicou que os homens estão fumando menos. Atualmente, 17,9% deles são fumantes.
“Em 1989, quando as primeiras pesquisas sobre tabagismo foram realizadas, o índice de fumantes era de 34%”, afirmou Deborah Malta, coordenadora do departamento de doenças crônicas do Ministério da Saúde.
Segundo Deborah, a primeira edição do Vigitel foi realizada em 2006 e, em todos os anos, foi identificada uma redução do hábito de fumar. “Esta redução foi puxada pelos homens, que somavam 20,2% de fumantes em 2006 e hoje são 17,2%. As mulheres ficaram estáveis nestas estatísticas, sempre na casa dos 12%.”

Súde e Bem Estar - Estudo do Ministério da Saúde mostra que 48,1% dos brasileiros está acima do peso

Um levantamento divulgado nesta segunda-feira (18) pelo Ministério da Saúde mostrou que quase metade (48,1%) da população brasileira adulta está acima do peso e que 15% dos brasileiros são obesos. O resultado mostra o crescimento do problema no país, uma vez que há cinco anos, a proporção era de 42,7% para excesso de peso e 11,4% para obesidade.

A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel Brasil 2010) indica que mais da metade (52,1%) dos homens está acima do peso. Entre as mulheres, a taxa é de 44,3%. Em 2006, os índices eram de 47,2% e 38,5%, respectivamente.

De acordo com a coordenadora de Vigilância de Agravos e Doenças Não Transmissíveis, Deborah Malta, a grande preocupação da pasta é que o país tem registrado um aumento de quase 1% na proporção de pessoas com excesso de peso por ano, tanto entre homens quanto entre mulheres. No quesito obesidade, o aumento anual é de 0,5%.

O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, alertou que caso o Brasil mantenha os atuais índices, deverá alcançar em 13 anos os níveis de sobrepeso e obesidade registrados nos Estados Unidos. “É um sinal de preocupação”, disse. Segundo ele, mulheres brasileiras com menor escolaridade têm porcentual mais elevado e são as maiores vítimas do problema.

Número de fumantes caiu
A mesma pesquisa mostrou que a proporção de brasileiros fumantes caiu de 16,2% para 15,1% entre 2006 e 2010. Durante o período, entre os homens, o hábito de fumar caiu de 20,2% para 17,9%; na população feminina, o índice continua estável, em 12,7%. Pessoas com menor escolaridade (zero a oito anos de estudo) fumam mais (18,6%) em relação às pessoas mais escolarizadas (12 anos e mais), cuja proporção é de 10,2%.

“O Brasil é um exemplo para o mundo no combate ao tabagismo. Medidas regulatórias, como a proibição da propaganda de tabaco e advertências nos maços de cigarro, são muito efetivas e explicam esta importante redução no consumo do cigarro no Brasil”, afirmou Deborah Malta.

O levantamento também apontou que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas no país aumentou, passando de 16,2% para 18% da população, entre 2006 e 2010. Entre as mulheres, a variação no período foi de 8,2% para 10,6%. Entre os homens, a proporção passou de 25,5% para 26,8%.

Esta é a quinta edição da pesquisa, realizada em parceria com o Núcleo de Pesquisa em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (Nupens/USP) desde 2006, por meio de entrevistas telefônicas com adultos (maiores de 18 anos). Em 2010, 54.339 pessoas foram ouvidas – cerca de 2 mil para cada capital brasileira.

FONTE: ÉPOCA

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Cultura - Festa de Independência Boliviana - Agosto de 2006

Festa feita pelo Centro Cultural Boliviano do Paraná... Espero que gostem do "regalo" (presente)... É para vocês conhecerem o nosso grupo folclórico!!! A festa tava muito linda. Obrigado Nathaly Schellin por enviar as fotos.








Tecnologia - Cientistas americanos querem obter água a partir do diesel

Um grupo de pesquisadores do governo dos Estados Unidos procura por uma forma de utilizar o diesel tanto para obtenção de energia em motores quanto para a “produção” de água. A tecnologia deverá ser muito importante em acampamentos militares no deserto.

Assim como todos aprendem no ensino médio nas aulas de química, existem dois modelos de reação de combustão, a completa e a incompleta. A reação de combustão completa de uma molécula orgânica, produz apenas água e gás carbônico. Entretanto, na prática, o que acontece nos motores a combustão é que a reação nunca é completa, havendo a produção de outros compostos, como monóxido de carbono e fuligem.

O que os cientistas do Laboratório Nacional de Oak Ridge agora buscam não é exatamente fazer com que a reação seja completa, mas sim conseguir aproveitar a água produzida na reação, mas que sai pelos escapamentos na forma de vapor. Esta tecnologia poderia ser utilizada em geradores de energia elétrica, por exemplo, que queimariam o diesel para gerar a energia e, ao mesmo tempo, produziriam água.

É claro que é possível obter a água líquida do vapor por condensação, entretanto, este processo necessita de uma maquinário muito pesado, o que pode inviabilizar sua operação. Mas os pesquisadores agora trabalham com uma tecnologia chamada de “condensação capilar”. Nela, o escapamento é feito de uma material bastante poroso, que absorve as moléculas de vapor de água, e a condensação ocorre sem que seja preciso um sistema de resfriamento, ou seja, poupando energia. De acordo com o Departamento de Energia dos EUA, em alguns casos, até 90% da água pode ser recuperada. Esta membrana especial, chamada de Transport Membrane Condenser, ainda é capaz de filtrar os gases de escape, fazendo com que a água produzida seja realmente limpa.

ESTAMOS APENAS DIVULGANDO UMA MATÉRIA FANTÁSTICA MUITO OBRIGADO.

Crime - Venda ilegal de apostilas na rede pública de SP

Fachada da Escola Estadual Buenos Aires, zona norte de SP.
Pelo menos duas unidades do CEL (Centro de Ensino de Línguas) -- uma no litoral e outra na capital paulista -- estão vendendo material didático que deveria ser distribuído gratuitamente. Criados pela Secretaria Estadual de Educação de São Paulo para atender alunos de baixa renda, os cursos ficam instalados dentro de escolas de ensino médio da rede.
Os centros aceitam apenas estudantes já matriculados na rede estadual, que podem estudar no contraturno idiomas como espanhol, inglês, francês e alemão.
Como mostra um vídeo obtido pelo UOL, a Escola Estadual Buenos Aires, em Santana, zona norte da capital paulista, chegou a montar um sistema em que tenta disfarçar a prática, apontada como criminosa e ilegal por advogados ouvidos – e tida como irregular pela própria pasta da Educação.
Especialistas e juristas ouvidos avaliaram que vários crimes foram praticados pelos envolvidos, como peculato (apropriação de bem público) e até estelionato (pois os alunos foram enganados). Além disso, houve uma falha administrativa, que infringiu o estatuto do servidor estadual. 

“Acima de tudo, teoricamente, é uma violação ao princípio da legalidade, e uma afronta aos princípios da finalidade e moralidade públicas. Se toda a prática for caracterizada, é uma ilicitude”, afirmou Manuel Fonseca Pires, professor da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), e mestre e doutor em Direito Administrativo.

Segundo as imagens e de acordo com relatos de ex-funcionários do colégio, ao fazer a inscrição os alunos ficam sabendo que as aulas são gratuitas. No entanto, ao começar o curso, há uma atualização na informação: é preciso comprar uma apostila para fazer os exercícios.


FONTE: UOL NOTÍCIAS. OBRIGADO POR ENVIAR A MATÉRIA .

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Copa do Mundo - Aeroportos brasileiros não estão prontos para a Copa do Mundo de 2014

Doze cidades brasileiras, que serão sedes da Copa do Mundo de 2014, estão tendo problemas com as obras de ampliação de seus aeroportos. Segundo estudo feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), autoridades da Fifa têm se preocupado com esta situação, inclusive com o Estado de São Paulo, que nem sequer começou a construir o estádio proposto como sede de partida para a abertura das competições.

De acordo com o Ipea, algumas obras não estarão prontas até o ano de 2017 e, outras, estarão um pouco antes, em 2015, mas mesmo assim, não estariam aptas aos jogos da Copa de 2014. O caso de São Paulo seria o mais especial, pois além de o estádio não ter começado a ser construído, os aeroportos de Guarulhos e Campinas não devem ficar prontos daqui a seis anos. Apesar de o Governo já ter investido US$3,2 bilhões para que o Brasil adeque seus aeroportos à Copa - desde meados do ano passado -, algumas obras nem foram iniciadas.

Em resposta ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, que criticou as obras estarem atrasadas e pela infraestrutura nos transportes, o ministro de ESports, Orlando Silva, disse que há atraso nas obras sim, principalmente em São Paulo, mas que o restanto está "a todo vapor".
Quanto aos transportes, o ministro rebateu, garantindo que 70% das obras começarão neste ano e que estarão prontas até o ano 2013. No entanto, um relatório do Ipea revela que grandes obras de infraestrutura de tranportes levam até sete anos para serem concluídas.

Um dos projetos que o Brasil desejou realizar para a Copa do Mundo de 2014 foi o trem de alta velocidade, que ligaria Rio de Janeiro a São Paulo. Para este projeto, nem as obrigas foram licitadas e podem nem operar para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

FONTE: GOOGLE NOTÍCIAS ______ OBRIGADO A AGÊNCIA GOOGLE PELA INFORMAÇÃO.

FRASE DO DIA

"De grinalda branca, Toda vestida de luar,
A pereira sonha".
             (Helena Kolody)

terça-feira, 12 de abril de 2011

Politica - Beto Richa divulga diagnóstico das contas do Estado

O governo Beto Richa divulga hoje o balanço da situação financeira do Estado encontrado pela nova administração, e o resultado dos 90 dias de moratória e do corte de 15% nos gastos de custeio da máquina, adotados desde a sua posse, em janeiro. Lideranças governistas afirmam que devem haver muitas revelações de irregularidades cometidas pelos antecessores - os ex-governadores Roberto Requião (PMDB) e Orlando Pessuti (PMDB), incluindo o suposto lançamento de obras em período eleitoral sem cobertura financeira ou previsão orçamentária.
Essas obras estavam previstas em convênios firmados na administração anterior cujos pagamentos foram suspensos, em valor total de mais de R$ 500 milhões, e envolve reforma e construção de escolas, clínicas especializadas e rodovias. Richa tem utilizado essas despesas deixadas pelos antecessores como justificativa para o não cumprimento imediato de compromissos de campanha, como reajuste a servidores, em especial professores e policiais civis e militares.
Até agora, os dados divulgados oficialmente pela Secretaria da Fazenda apontam que a atual administração assumiu o governo com um déficit contábil de R$ 80 milhões nas contas referentes ao último quadrimestre de 2010. Seriam R$ 159 milhões de restos a pagar, para os quais o governo anterior não teria deixado previsão financeira. O secretário de Estado da Fazenda, Luiz Carlos Hauly (PSDB), usou esses números para justificar o não atendimento de reivindicações de aumentos salariais de servidores. Em audiência pública na Assembleia Legislativa, em março, Hauly afirmou não haver dinheiro ou previsão para pagar os 26% de reajuste prometido aos servidores, nem a incorporação das gratificações aos salários dos policiais, previsto em emenda constitucional - a chamada PEC do Subsídio - aprovada no ano passado.
Em março, o governo liberou mais R$ 3,58 milhões para pagamento de dívidas contraídas e não honradas na administração anterior para o custeio da área da saúde. Desse total, cerca de R$ 2,6 milhões foram destinados a pagamentos devidos ao Sistema de Saúde do Estado (SAS) para oito municípios paranaenses, entre eles Foz do Iguaçu, Londrina e Ponta Grossa. Antes, o governo já havia quitado outros R$ 118 milhões, utilizando recursos da arrecadação de 2011 para saldar débitos do orçamento de 2010, que não tinham previsão de caixa no Tesouro do Estado. Ainda em março também foram pagos R$ 439 mil usados na importação de medicamentos.
Os pagamentos estão sendo feitos à medida em que a Comissão de Secretarias analisa as dívidas deixadas pela administração anterior e libera os contratos e convênios considerados legais. Em  fevereiro, o governo liberou R$ 2,2 milhões do Fundo Rotativo da Polícia Civil para pagar fornecedores de alimentação de presos, entre outras despesas.
Segundo informações de parlamentares da base governista, Richa deve encaminhar ao Ministério Público, pedido de abertura de investigação sobre restos a pagar e convênios com suspeitas de irregularidades firmados pela administração anterior, para a apuração das responsabilidades.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Tragédia - Atirador mata 11 estudantes e suícida-se no Rio de Janeiro


O atirador Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, era ex- aluno da escola e também morreu em troca de tiros quando a polícia invadiu a escola às oito horas desta quinta-feira (7). Ele seguiu para uma das salas de aula no terceiro andar e, com duas armas em punho, atirou a esmo. Cerca de 20 pessoas foram atingidas e pelo menos 13 morreram, no massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Todos tinham entre 12 e 14 anos.
Quando deixava a escola, o matador trocou tiros com um policial a paisana, que ouviu os disparos na Tasso da Silveira. O homem morreu no local e o corpo ainda não havia sido removido da escola até às 11h de quinta-feira. A escola abriga estudantes do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Os feridos foram levados para o hospital Albert Schweitzer e outros da região.

Primeiros ensaios da Paixão de Cristo

video

Imprensa - DIA DO JORNALISTA

Parabnéns! DIA DO JORNALISTA - Viva 7 de abril.
É o arauto da comunicação, Aquele escriba que traz as notícias. Da maneira que ele entende que são! O jornalista é um noticiarista.Que escreve o fato, na melhor versão. Qual testemunha de ouvido e vista!
Reporter, redator, foca, pautista, Copy desk, auxiliar ou revisor, fotógrafo de jornal ou de revista, Ombusdman, gerente, diretor, exercem com esmero tais funções Pra resumir tudo que alcança a vista.
E transmitir ao mundo as emoções, Nas suas impressões de humanista! Se emite opinião, é colunista. E ninguém mexe em sua redação. Existem os maus, os sensacionalistas. Que não merecem pois, nossa atenção! Viva, então, o Dia 7 de Abril, Dois séculos de grande homenagemAos jornalistas do nosso Brasil Registro os parabéns em sua passagem!!! E presiso rever com urgência a lei que desobriga o diploma para ser jornalista.


quarta-feira, 6 de abril de 2011

Sorte de Amor

"Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva.
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia".


Cazuza

Sentindo vontade ou não


"Este video refete a nova faze que Otilio Ribas esta  passando graças ao poder do Espirito Santo. Sentindo muitas vontades ou não vou amadurecer na fé e na vida plena, em relação a minha  felicidade. Ahhh... que dia".

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Linha Verde é uma obra para sete anos e três eleições

Excesso de cruzamentos, é o maior problema da Linha Verde.

A primeira etapa da Linha Verde Norte, desde o Jardim Botânico até o viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral, deve começar nas próximas semanas. O prazo para a realização da obra é de 18 meses, e inclui a ampliação do viaduto da Avenida Affonso Camargo e a construção de duas trincheiras. Mas a retomada dos trabalhos do projeto total que liga o Pinheirinho ao Trevo do Atuba também ressucita alguns questionamentos. Porque o trecho Norte é tão diferente do trecho Sul, já concluído?
O trecho Norte da Linha Verde tem três etapas previstas, e contemplam a construção de sete trincheiras e a ampliação de dois viadutos, o que deve evitar os problemas enfrentados no trecho Sul, que vive o caos nos horários de pico com os engarrafamentos. O trecho Sul não tem viadutos nem trincheiras.
O projeto da Linha Verde foi criado ainda na gestão do prefeito Cássio Taniguchi. Na época, havia sim a previsão de passagens com trincheiras ou viadutos. O projeto, retomado na primeira gestão do prefeito Beto Richa aboliu essas passagens, optando pelos semáforos. O resultado é o conhecido pelo motorista de Curitiba.
Ao entregar o trecho desta maneira, um dos objetivos da revitalização da antiga BR-476 não se concluiu. A rodovia dividia a cidade, e a Linha Verde viria para integrar os dois lados. “Infelizmente, a Linha Verde, do jeito que está, não integra os dois lados. Não tem travessias adequadas para os carros nem para os pedestres. O tempo vai mostrar essa repetição dos congestionamentos, e terão que modificá-la”, diz o vereador Jonny Stica (PT), presidente da Comissão de Urbanismo e Obras Públicas da Câmara Municipal. “O conceito da Linha Verde é muito bom para Curitiba, mas foi mal planejada”.
São mais de 80 mil pessoas que circulam pela Linha Verde diariamente. O trecho Sul tem vários cruzamentos importantes — como a Salgado Filho, que leva ao Prado Velho, a região do Terminal do Pinheirinho e da Rua Santa Bernadhete, para ficar em apenas alguns exemplos —, mas em todos o tráfego é controlado por semáforos. Isso implica retenção de veículos numa avenida onde o fluxo é enorme.
Quando lançou o projeto, a Prefeitura anunciou que o trajeto do Pinheirinho ao Atuba que antes levava 35 minutos, seria feito em 25 minutos. Mas os motoristas que circulam pela região afirmam que isso dificilmente acontece. Nos horários de pico, então, esqueça. 
Sete anos no mínimo — Outros dois trechos ainda serão licitados no trecho Norte para, só então, e finalmente, ser concluido o projeto total da Linha Verde, desde o Pinheirinho até o trevo do Atuba. A obra completa está atrasada e já se vislumbra que seu término fique entre o fim de 2013 ou 2014. Como as obras da Linha Verde começaram no dia 12 de janeiro de 2007, neste período, terão se passados pelo menos três eleições — duas para prefeito e uma para o governo do Estado. É este aspecto eleitoreiro que chama a atenção da oposição em Curitiba.
São sete anos, no mínimo, para se terminar uma avenida de menos de 20 quilômetros. Em 2008, uma pesquisa divulgou que as obras da Linha Verde eram a segunda imagem mais forte em Curitiba. Teve 24% das indicações da população na época.

Fonte: Assessoria de Imprensa vereador Jonny Stica. Obrigado pelo email. 
    

Preservação - Qualidade dos rios de Curitiba discutido na Câmara Municipal

Na última terça-feira (22), Dia Mundial da Água, a Câmara Municipal foi palco de um bom debate sobre a qualidade dos rios de Curitiba. “É um tema que sempre gera boas discussões e onde todos, aparentemente, concordam que é preciso dar um tratamento especial e rápido para que as futuras gerações não fiquem sem água. Mas não é o que se vê na prática. É preciso mais ação para que possamos salvar nossos rios”, diz o vereador Jonny Stica, que integra a Comissão Especial das Águas na CMC. “Foi uma iniciativa que uniu dois órgãos que há décadas só trabalharam em separado com o intenção de vistoriar e regularizar as ligações de esgoto na microbacia do rio Guaíra. Contudo, encontra-se paralisado”, explicou Jonny.

Dia mundial da água

Em 22 de dezembro de 1992, a Assembléia Geral da ONU declarou que no dia 22 de março de cada ano, a partir de 1993, seria celebrado o Dia Mundial da Água. Essa decisão baseou-se nas recomendações contidas no capítulo 18 da Agenda 21 que define como objetivo geral assegurar a manutenção da oferta adequada de água de boa qualidade para toda a população do planeta e a preservação das funções hidrológicas, biológicas e químicas dos ecossistemas.Com a instituição do Dia Mundial da Água, os países foram convidados a aderir às recomendações da ONU relativas aos recursos hídricos e
a concretizar atividades apropriadas ao contexto de cada país.No Brasil, a adesão partiu do Congresso Nacional. A Lei nº 10.670, de 14 de maio de 2003, instituiu o Dia Nacional da Água, que também passou a ser comemorado no dia 22 de março de cada ano.

Fonte: Assessoria de Imprensa vereador Jonny Stica. Obrigado pelo email.